Pesquisar este blog

Carregando...

18/09/2014

Um filme motivador, emocionante e baseado em fatos reais.

Um filme motivador, emocionante e baseado em fatos reais. 
Dica do EmFa: Quem já assistiu? Deixe seu comentário?



Filme: Mãos talentosas – A história de Ben Carson é um ótimo filme para servir de exemplo e motivação e para mostrar o poder e a força que a Literatura pode ter e de como os pais podem e devem incentivar seus filhos a ler.

Menino pobre, negro, filho de mãe separada e analfabeta, Ben era um aluno com baixíssimo rendimento, que sofria preconceito por parte de seus colegas e que se achava completamente incapaz de ser e conseguir algo na vida, entretanto, sua mãe, maior incentivadora do futuro neurocirurgião, faz de tudo para que ele acredite em seu potencial e é quando ela se depara com a biblioteca de seu patrão, que percebe o que poderia ajudá-lo a mudar seu futuro.

Assim, o menino é obrigado pela mãe a ir para biblioteca ler dois livros por semana, o que o faz descobrir a Literatura, pois a partir daí ele passa a ser um leitor assíduo dos livros. Logo o desenvolvimento de Ben melhora significativamente na escola seguindo para sua entrada em Yale, uma universidade de prestígio nos EUA até ele chegar ao Hospital Antony Hopkins, onde ele passa, anos mais tarde, a ser considerado um dos melhores neurocirurgiões do mundo.

O filme mostra dois momentos: Ben já adulto com a dúvida se faria uma cirurgia nunca antes feita, a de separar gêmeos siameses unidos pela cabeça; e Ben criança, quando de fato é contada a história dele até sua decisão de fazer a cirurgia.

Dirigido por Thomas Carter e produzido pela Sony Pictures, Mãos talentosas – A história de Ben Carson conta a trajetória de Benjamin Carson, diretor do departamento de Neurocirurgia Pediátrica do hospital Johns Hopkins.

Fonte: http://www.emdialogo.uff.br/content/resenha-do-filme-mãos-talentosas-história-de-ben-carson

18 de Setembro - Hoje é dia dos símbolos nacionais!

18 de Setembro - Hoje é dia dos símbolos nacionais!
Mas quais seriam exatamente esses símbolos?

http://agexp.me/DbkD

A resposta é simples: a Bandeira Nacional, o Hino Nacional, as Armas Nacionais e o Selo Nacional, que são regulamentados pela LEI No 5.700, de 1 de Setembro de 1971, que dispõe sobre a forma e a apresentação dos Símbolos Nacionais.!

Mas quais seriam exatamente esses símbolos?
A resposta é simples: a Bandeira Nacional, o Hino Nacional, as Armas Nacionais e o Selo Nacional, que são regulamentados pela LEI No 5.700, de 1 de Setembro de 1971, que dispõe sobre a forma e a apresentação dos Símbolos Nacionais.
Fonte: http://www.smartkids.com.br/datas-comemorativas/18-setembro-dia-dos-simbolos-nacionais.html



Seu supletivo é aqui: Saiba Mais sobre o EmFa


17/09/2014

17 de Setembro - Dia da Compreensão Mundial

Dia da Compreensão Mundial

  www.ensinomediofacil.com.br  
“A data tem como objetivo lembrar a importância da paz e procurar ampliar o entendimento entre povos.



Em 17 de setembro é celebrado o Dia da Compreensão Mundial. Apesar de não ser instituída por nenhum órgão oficial, a data tem como objetivo lembrar a importância da paz e procurar ampliar o entendimento entre povos e nações.

Compreender os outros ou o que está alheio a nós requer, de fato, empenho. Exige ir além de nossos limites para ampliar nossa consciência e esta mudança está sujeita a uma quebra de paradigmas dentro de nós, por isso, a dificuldade”. ¹

 www.ensinomediofacil.com.br www.ensinomediofacil.com.br

  “Há que se entender a importância de cada atitude pessoal como um fator que facilite a harmonia e a construção de um grupo.
Gandhi, exemplo de liderança pacifista, conquistou a todos por seu exemplo e por sua coerência entre ação e discurso.
www.ensinomediofacil.com.br

SOBRE OS PONTOS FUNDAMENTAIS PARA SE CONSEGUIR A PAZ, ASSIM ELE SE EXPRESSOU:
“De que vale a fé se não for convertida em ação”?
“A liberdade individual e a interdependência são essenciais para a vida em sociedade”.
“A não-cooperação com o mal é um dever tão importante quanto a cooperação com o bem”.
“A não-violência nunca deve ser usada como um escudo para a covardia. Ela é uma arma para os bravos”.²
www.ensinomediofacil.com.br

Fonte: 
1. http://estilo.br.msn.com/tempodemulher/amor-e-sexo/dia-da-compreens%C3%A3o-mundial-15-frases-para-curtir-e-compartilhar-1

 SUPLETIVO ENSINO MÉDIO FÁCIL: www.ensinomediofacil.com.br

16/09/2014

"O Cortiço" - Resumo da obra de Aluísio de Azevedo

NOTÍCIAS

16/9/2014

"O Cortiço" - Resumo da obra de Aluísio de Azevedo


"O Cortiço" - Resumo da obra de Aluísio de Azevedo
Resumo
O livro narra inicialmente a saga de João Romão rumo ao enriquecimento. Para acumular capital, ele explora os empregados e se utiliza até do furto para conseguir atingir seus objetivos. João Romão é o dono do cortiço, da taverna e da pedreira. Sua amante, Bertoleza, o ajuda de domingo a domingo, trabalhando sem descanso.

Em oposição a João Romão, surge a figura de Miranda, o comerciante bem estabelecido que cria uma disputa acirrada com o taverneiro por uma braça de terra que deseja comprar para aumentar seu quintal. Não havendo consenso, há o rompimento provisório de relações entre os dois.

Com inveja de Miranda, que possui condição social mais elevada, João Romão trabalha ardorosamente e passa por privações para enriquecer mais que seu oponente. Um fato, no entanto, muda a perspectiva do dono do cortiço. Quando Miranda recebe o título de barão, João Romão entende que não basta ganhar dinheiro, é necessário também ostentar uma posição social reconhecida, freqüentar ambientes requintados, adquirir roupas finas, ir ao teatro, ler romances, ou seja, participar ativamente da vida burguesa.

No cortiço, paralelamente, estão os moradores de menor ambição financeira. Destacam-se Rita Baiana e Capoeira Firmo, Jerônimo e Piedade. Um exemplo de como o romance procura demonstrar a má influência do meio sobre o homem é o caso do português Jerônimo, que tem uma vida exemplar até cair nas graças da mulata Rita Baiana. Opera-se uma transformação no português trabalhador, que muda todos os seus hábitos.

A relação entre Miranda e João Romão melhora quando o comerciante recebe o título de barão e passa a ter superioridade garantida sobre o oponente. Para imitar as conquistas do rival, João Romão promove várias mudanças na estalagem, que agora ostenta ares aristocráticos. 

O cortiço todo também muda, perdendo o caráter desorganizado e miserável para se transformar na Vila João Romão.

O dono do cortiço aproxima-se da família de Miranda e pede a mão da filha do comerciante em casamento. Há, no entanto, o empecilho representado por Bertoleza, que, percebendo as manobras de Romão para se livrar dela, exige usufruir os bens acumulados a seu lado. 

Para se ver livre da amante, que atrapalha seus planos de ascensão social, Romão a denuncia a seus donos como escrava fugida. Em um gesto de desespero, prestes a ser capturada, Bertoleza comete o suicídio, deixando o caminho livre para o casamento de Romão.

Lista de personagens
Os personagens da obra são psicologicamente superficiais, ou seja, há a primazia de tipos sociais. Os principais são: 

João Romão: taverneiro português, dono da pedreira e do cortiço. Representa o capitalista explorador. 
Bertoleza: quitandeira, escrava cafuza que mora com João Romão, para quem ela trabalha como uma máquina. 
Miranda: comerciante português. Principal opositor de João Romão. Mora num sobrado aburguesado, ao lado do cortiço. 
Jerônimo: português “cavouqueiro”, trabalhador da pedreira de João Romão, representa a disciplina do trabalho. 
Rita Baiana: mulata sensual e provocante que promove os pagodes no cortiço. Representa a mulher brasileira. 
Piedade: portuguesa que é casada com Jerônimo. Representa a mulher europeia. 
Capoeira Firmo: mulato e companheiro que se envolve com Rita Baiana. 
Arraia-Miúda: representada por lavadeiras, caixeiros, trabalhadores da pedreira e pelo policial Alexandre.

Sobre Aluísio de Azevedo
Aluísio de Azevedo nasceu em São Luís, Maranhão, em 14 de abril de 1857. Após concluir seus estudos na terra natal, transfere-se em 1876 para o Rio de Janeiro, onde prossegue seus estudos na Academia Imperial de Belas-Artes. Começa, então, a trabalhar como caricaturista para jornais. 

Com o falecimento do pai em 1879, Aluísio de Azevedo retorna ao Maranhão para ajudar a sustentar a família, época em que dá início à carreira literária movido por dificuldades financeiras. Assim, publica em 1880 seu primeiro livro, Uma lágrima de mulher. Com a questão abolicionista ganhando cada vez mais espaço no final do século XIX, publica em 1881 o romance "O mulato", obra que inaugurou o Naturalismo no Brasil e que escandalizou a sociedade pelo modo cru com que trata a questão racial. Devido ao sucesso que a obra obteve na corte, Aluízio volta à capital imperial e passa a exercer o ofício de escritor, publicando diversos romances, contos e peças de teatro.

Em 1910 instala-se em Buenos Aires trabalhando como cônsul e vem a falecer três anos depois nessa mesma cidade em 21 de janeiro de 1913. 
Suas principais obras são: "O mulato" (1881), "Casa de pensão" (1884) e "O cortiço" (1890).
Fonte:http://guiadoestudante.abril.com.br/estudar/literatura/cortico-resumo-obra-aluisio-azevedo-700291.shtml

Dia Internacional para a Preservação da Camada de Ozônio

http://agexp.me/oxAZ


A destruição da camada de ozônio esta acontecendo e isso já esta afetando o planeta terra e no futuro pode piorar se não tiver solução.
Se essa camada de ozônio não for recuperada o futuro pode ser horrível por causa dos raios solares que irão passar com mais facilidade atingindo os seres humanos diretamente, e esses raios solares que passam pela enorme buraco da camada de ozônio podem causar facilmente um câncer de pele nas pessoas que não cuidarem quando forem se expor ao sol.
http://agexp.me/oxAZ

Esses são alguns dos problemas causados pela destruição dessa camada de ozônio que poderia estar intacta, só que muitos não pensaram na destruição do planeta no tempo certo, se tivessem pensado antes de destruírem nem daria para estar falando desse problema grave que não atinge apenas um país, mas atinge vários países que sofrem demais com altas temperaturas que pode até aumentar no futuro por causa dessa camada de ozônio destruída ao longo do tempo
Fonte: guiadicas.net/causas-da-destruicao-da-camada-de-ozonio/

http://agexp.me/oxAZ



15/09/2014

Segue mais um super depoimento para auxiliar na sua decisão por qual área optar!

Pessoal para iniciar nossa semana com incentivo. Segue mais um super depoimento para auxiliar na sua decisão por qual área optar! 



Profissional de Cientista Contábil:
Profissional obrigatório em empresas de todos os portes, das micro às multinacionais, o cientista contábil vem ganhando importância crescente nos últimos tempos. A globalização faz com que seu trabalho se torne mais evidente nas empresas e afaste de vez a antiga imagem do profissional centrado apenas em contas internas. As principais funções do cientista contábil – ou contador– nos dias atuais são o acompanhamento da evolução patrimonial e o registro de sua influência nos aspectos econômico e financeiro das companhias.

Autora: Flavia Diniz
Contadora formada pela UNIMONTES - Universidade Estadual de Montes Claros, Pós-Graduada em Gestão Empresarial e Gestão de Pessoas. Atualmente trabalha na Coordenadoria de Execução Orçamentária e Financeira do IFNMG e Professora de Contabilidade, Administração e Escrita Fiscal na Microlins.
www.cienciascontabeis.com.br



Bom dia Ensino Médio Fácil!


 Vamos encarar com muito bom humor e aproveitar esta bela segunda-feira! 





"Apesar dos nossos defeitos, precisamos enxergar que somos pérolas únicas no teatro da vida e entender que não existem pessoas de sucesso ou pessoas fracassadas. O que existe são pessoas que lutam pelos seus sonhos ou desistem deles".
Augusto Cury


Ainda não fez sua matrícula? http://agexp.me/CnuG